O que é ESCAMA? Parte Um: Bailes de Corredor e o BregaFunk



A exatamente 1 ano atrás, MC Loma e as Gêmeas Lacração emplacavam o hit do carnaval 2018, o Brasil inteiro estava encantado pelo bregafunk e ao mesmo tempo se perguntando: O que quer dizer "escama só de peixe?". Também a 1 ano atrás, a PE SQUAD se apresentava pela primeira vez no carnaval Pernambucano e uma das músicas mais pedidas durante o show foi... ESCAMA!


As histórias se entrelaçam e pra você finalmente entender o que significa "Escama", vamos ter que voltar um pouco no tempo.



O Funk de Galera


Aniversário da PV

O começo dos anos 2000 em Pernambuco foi marcado por pichação, programas policiais e bailes de corredor. Todas as principais quebradas faziam seu nome nos bailes embalados pelos "Funks de Galera", onde grandes nomes como Shevchenko, Boco e Leozinho contavam a história dos bairros e suas tretas nos cds do finado Junior Urea. Eles eram espécies de mixtapes dos proibidões e eram muito procurados nos carrinhos de camelô.


O sucesso do Funk de Galera era tão alto que em meados de 2005 o repórter policial Josley Cardinot, apresentador de um dos programas policiais mais assistidos de Pernambuco, dedicou programas inteiros para criticar a cultura dos bailes de corredor e suas músicas, o mesmo foi respondido com várias "Diss" dos MC's de Funk.



Os principais bailes de Pernambuco eram o Baile do Rodó e o Baile do Téo, onde as "galeras" se dividiam em lados formando um corredor no meio onde seguranças impediam que a confusão se tornasse maior. Nos bailes a violência era presente em todos os momentos onde rivalidade de torcidas, guerra de facções e alianças de bairros eram os principais motivos para que um momento de celebração, muitas vezes acabasse em brigas e tragédias. Além disso os bailes eram cada vez mais interrompidos por violentas ações policiais, onde até o conceituado Baile do Rodó teve sua história encerrada em uma operação que reuniu cerca de 100 policiais no ano de 2004.


O BREGAFUNK



Além de lenda do Funk de Galera o MC LEozinho do Recife foi crucial para a criação do movimento Bregafunk.

A situação ficou tão critica que os próprios Mc's de Funk viram que era inviável tentar viver de música em um cenário tão violento e que colocava em risco a vida dos próprios MC's. Além de que as tretas de bairro sempre acabavam em morte ou prisão, a própria carreira de MC de funk não era muito lucrativa pros artistas. Visto que eles sempre eram relacionados a violência dos bairros sendo sempre excluídos das principais casas de show de Pernambuco, onde na contramão da queda do funk, o brega se tornava cada vez mais forte!


Lenda dos bailes de corredor, MC Leozinho de Recife foi um dos principais percussores da migração dos MC's para o Brega e surpreendeu a todos do estado com o seu lado sentimental na música "Dois Corações". A faixa que marcou a essa nova fase foi um sucesso imenso e fez com que o Brega em Pernambuco ganhasse um novo capitulo.




O Brega nos anos 90 até a ascensão do BregaFunk e do Tecnobrega, tinha bastante influência do pagode e isso refletia em sua temática sentimental, na sua musicalidade mais lenta e até na forma de dançar agarrado. As casas de brega como o Clube das Pás, atraiam na maioria das vezes um público da terceira idade isso durou até o começo dos anos 2000 quando a ascensão do Tecnobrega do Pará começou a influenciar o brega Pernambucano, na metade da década os instrumentais do Tecno deram espaço aos batidões graves do Funk e as letras melódicas ganharam o toque da maloqueiragem dos bairros, nascia então...o Bregafunk.






Guiados por MC Leozinho, artistas como Tocha, Dadá Boladão, Shevchenko & Elloco foram as primeiras forças para que o Bregafunk caísse de vez no gosto dos Pernambucano, e parcerias inusitadas como Tróia e Anny Love em "Só Tenho Pena" e Metal & Cego e banda Lapada em "Melô do amigo safado" fizeram bastante sucesso nas rádios e carrinhos de som das ruas de Pernambuco. A força do movimento foi tão grande que em 19 de maio de 2017 o Brega passou a ser considerado patrimônio cultural de Pernambuco e no ano seguinte no dia 14 de Fevereiro é comemorado o Dia Estadual da Música Brega, a data escolhida é a mesma do nascimento de Reginaldo Rossi, o Rei do Brega.




O Movimento então ganhou bastante força e notoriedade, mas o que tudo isso tem haver com ESCAMA?

Semana que vem eu volto pra contar essa história pra vocês!


2020 © PE SQUAD

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon